Crianças e a Aprendizagem

Crianças e aprendizagem de um novo idioma é um assunto que sempre me fascinou. Acho que a criançada aprende tão rápido quanto se esquecem do que aprenderam, quando não há consistência no que lhes é apresentado.

Tenho uma vasta experiência em ensino de inglês para não alfabetizados e as dúvidas que mais recebo são sempre muito pertinentes: Coitadinho do meu filho, já vai ter que estudar mais para frente, porque começar tão cedo? Crianças pequenas não aprendem muito, não é melhor esperar? Quero que meu filho tenha tempo para brincar, não quero que fique com muitas atividades, se fizer inglês também vai perder a infância? Qual a vantagem de começar tão novo, não vai dar na mesma no final das contas? Ahhh ele já tem inglês na escola, porque fazer fora também?

Segundo a ciência, quanto mais novo, melhor. A primeira janela de aprendizagem para linguagem e desenvolvimento humano é de 0 a 7 anos, sendo esse o momento onde o cérebro está em melhores condições de receber informações sobre linguagem entre outras coisas. Não, seu filho não vai deixar de brincar, pois essa é a maneira que ele aprende nessa faixa etária. Não há formalização da aprendizagem da língua antes da alfabetização e por isso, a única maneira de aprenderem de fato é brincando.

É claro que tudo o que é demais satura, por isso gosto muito da ideia de escolas de idiomas ao invés das propostas com muitas horas semanais nessa fase, pois como já comentei no último post, a cultura da língua é imprescindível e portanto a NOSSA cultura e a ênfase na língua materna que também está em construção nessa fase deve ser prioritária. Sendo assim, de 2 a 3 horas por semana de língua estrangeira para seu filho é mais do que o suficiente.

Estudos confirmam que a criança que tem exposição a uma outra língua mais cedo, desenvolve a capacidade de alocar as informações no mesmo lugar de sua língua materna no cérebro, o que torna o processo muito mais natural. Também fazem conexões neurais que facilitarão a aprendizagem de outras coisas na vida delas.

Escolas de idiomas preparadas para fazer esse trabalho, preparam seu filho não só para falarem outro idioma, mas também para exercitarem partes do cérebro que os permitirão muito mais do que apenas falarem um novo idioma, e isso tudo acontece mais e melhor na infância.

4 thoughts on “Crianças e a Aprendizagem

  1. Thanks for another informative website. Where else may just I get that type of info
    written in such a perfect manner? I have a undertaking that I am just now operating on,
    and I’ve been at the look out for such info.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *